domingo, 2 de outubro de 2016

Cheesecake de Mirtilo

Quando andava no 1º ciclo o meu lanche era quase sempre pão (podem chamar-lhe bijou se quiserem, mas para mim era pão). Os recheios não variavam muito: passavam normalmente pela tradicional manteiga (nunca tive o hábito de comer planta) ou fiambre, que no geral era também acompanhado por manteiga para que o pão não ficasse seco. Nunca percebi esta história do pão seco; preferia mil vezes comer pão só com fiambre do que com fiambre e manteiga, mistura que, por motivos que nunca consegui desvendar, sabia a cebola (lamento se vos arruinei a combinação. Pensem com carinho em mim na próxima vez que comerem um pão com manteiga e fiambre e não conseguirem afastar o inegável sabor a cebola da vossa mente ;)). 
Um dia a minha mãe comprou um queijo creme de alho e ervas e o panorama mudou drasticamente - a minha lancheira térmica sorridente (sim, eu tinha uma lancheira térmica sorridente. E era adorável.) continuou a transportar o clássico pão, mas o recheio passou a ser sempre (sempre) - adivinhem - queijo creme de alho e ervas.
Uma palavrinha sobre coisas com alho e ervas: tendem a ter um sabor bastante forte e caraterístico. Não será, por isso, de estranhar que rapidamente o meu vício tenha sido substituído por um profundo ódio por aquele queijo creme: já nem as embalagens de reserva foram acabadas com a minha ajuda. Tentei há uns tempos a reconciliação, mas enjoei novamente, pelo que acho que o meu paladar no que toca a queijo creme de alho e ervas está permanentemente estragado (talvez a culpa seja minha, já que isto tem acontecido com imensas outras coisas, desde almôndegas a bifes de coração de boi, passando por espetadas de peru e omeletes de claras excessivamente espessas). Felizmente, o estrago é apenas relativo a esta versão: continuo a gostar de queijo creme, em particular se for conjugado com passas (hmm, queijo creme com passas) ou utilizado num cheesecake de forno. Vendo as coisas pelo lado positivo, sobremesas como esta compensam qualquer desgosto - mesmo um com sabor a alho e ervas. ;)







Cheesecake de Mirtilo
Adaptado daqui e daqui 
Para um cheesecake grande

Ingredientes:

Para a base:
[  250g de bolachas digestivas
[  2 colheres de sopa de açúcar
[  80g de manteiga (da 'normal', sem sal)
[  1 pitada de sal

Para a camada de queijo:
[  900g de queijo creme (à temperatura ambiente; não convém utilizar versões magras)
[  260g de açúcar
[  1 pitada de sal
[  2 colheres de chá de extrato de baunilha
[  4 ovos
[  100ml de iogurte
[  200ml de natas

Para o molho:
[  100ml de água
[  2 colheres de sopa de açúcar
[  1/2 colher de sopa de amido de milho
[  1 colher de sopa de sumo de limão
[  250g de mirtilos (usei congelados, mas podem usar frescos)

Preparação:

Para a base:
| Triturar as bolachas até que fiquem em farinha.
| Juntar o açúcar; derreter a manteiga e acrescentar também, juntamente com o sal.
| Misturar tudo com as mãos, colocar na forma (de fundo amovível) em que se fará o cheesecake e pressionar com os dedos, fazendo uma camada coesa e uniforme.
| Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 10 minutos.
| Deixar a base arrefecer enquanto se faz a camada intermédia. 

Para a camada de queijo:
| Com uma batedeira elétrica, bater o queijo creme durante aproximadamente 5 minutos.
| Juntar o açúcar e bater durante mais 5 minutos.
| Adicionar o sal e a baunilha, sem parar de bater, e após estes os ovos, um a um (batendo cerca de 1 minuto entre a adição de cada ovo).
| Por fim, acrescentar o iogurte, sempre batendo, e depois deste as natas.
| Forrar a forma (já com a base de bolacha feita) com papel de alumínio: o objetivo é que não entre água do banho maria pelo encaixe. Se a forma for grande pode ser necessário usar duas folhas de papel de alumínio dispostas perpendicularmente.
| Transferir o creme de queijo para a forma preparada e colocá-la num tabuleiro com bordas altas. Colocar no tabuleiro água a ferver até metade da altura da forma*.
| Levar o conjunto ao forno pré-aquecido a 160ºC durante 1h30. Ao fim deste tempo, desligá-lo e abrir a porta apenas cerca de 2cm (entalando lá uma colher de pau, por exemplo) e deixar arrefecer assim durante mais uma hora para que a diminuição de temperatura seja gradual. Retirar e levar ao frigorífico durante pelo menos 5 horas.

Para o molho:
| Levar num tacho ao fogão a água com o açúcar, o amido de milho e o sumo de limão e mexer até que comece a engrossar (sem ferver).
| Adicionar os mirtilos (caso usem mirtilos congelados não é preciso descongelá-los previamente) e envolver cuidadosamente a lume baixo, deixando cozinhar até a mistura estar quente e mais espessa.
| Transferir para um recipiente limpo e deixar arrefecer (podem até fazer esta cobertura com antecedência e mantê-la no frigorífico). Cobrir com este molho (já frio) o cheesecake, ou em alternativa servi-lo à parte.

* Podem, para minimizar o risco de se queimarem, pôr a água quando o tabuleiro estiver já numa grade, no forno; assim não têm de o transportar com água a ferver.


Esta é a única receita de cheesecake que já fiz, porque depois de a fazer pela primeira vez tornou-se claro que era perfeita. Já a fiz várias vezes, até com outras coberturas (de morango, por exemplo), mas a de mirtilo é a minha preferida - além de o molho ser escuro e contrastar com o branquinho do meio, o que provoca um efeito muito giro, o sabor é maravilhoso (e eu adoro mirtilos). A camada de queijo leva mais queijo creme do que o costume, o que resulta num sabor autêntico mesmo viciante! A textura também é fantástica, fofa e cremosa ao mesmo tempo. :)
A receita rende bastante: como podem ver pelas fotos faz um cheesecake bem alto, o que, acreditem, é fantástico com uma receita deliciosa e viciante como esta. ;)

Nota: Embora me tenha esquecido de mencionar, pretendia participar com este cheesecake de forno na edição deste mês do Sweet World (é a nona, penso eu), desafio criado pela Lia do Lemon & Vanilla e pela Susana do Basta Cheio (visitem ambos os blogs, as sugestões são todas incríveis!). O 'tema' são os cheesecakes de forno e podem ver como participar aqui! Estejam atentos a esta como às seguintes (e anteriores) sugestões, porque as sobremesas que elas trazem são sempre originais e deliciosas. ;) 

33 comentários:

  1. OMG! O que é isto?! Só me apetece transpor o ecrã e devorar essa maravilha! Não me vou prolongar pois já sabes a minha opinião sobre os cheesecakes de forno! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. OH! Coisa boa e bonita e deliciosa e fotogénica e irresistível!
    ADORO!!!!
    Vou fazer, um dia destes, quando acabar o Pudim de Pão!
    Merci chérie!
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Bemm...estas imagens são de babar e chorar para ter a fatia à nossa frente =P

    ResponderEliminar
  4. Avelã sua gulosa :)

    Bem, manteiga e fiambre? Não não me fascina,agora marmelada sim gosto gosto e era isso que eu levava e com queijo, ah, tuli creme também.
    Queijo com ervas, adoro mulher, adoro mas com umas tostas nada de sanes.
    Perfeito o teu cheesecake, uau sem um lanho que bom, e eu sem forno.
    Mana uma fatia mas é.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Que pecado é este??? Ficou maravilhoso esse cheesecake ;)
    Só para te contrariar... Sim, a manteiga com o fiambre ajuda o pão a não secar :P Gosto de pão com manteiga e fiambre e NÃO, não sabe a cebola, lol
    Beijinho

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Que sobremesa mais linda, adorei os ingredientes.
    Você transforma receitas calóricas em receitas saudáveis e gulosas!

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  7. Que sugestão deliciosa, boa combinação. Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Oh que lindo cheesecake!Gosto imenso de cheesecake de forno e este com mirtilos ficou lindo!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  9. Adoro cheesecakes. Que delícia de pecado.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/10/dia-um-na-cozinha-e-risotto-milanesa.html

    ResponderEliminar
  10. Omd ahah , eu era tostas com alho ervas e o famoso pão de alho, mas também enjoei.
    Já o cheesecake tem ótimo aspeto e eu adoro mirtilos 😘

    ResponderEliminar
  11. Que engraçado, eu também levava para a escola, pão com fiambre e manteiga :)
    Que lindo e delicioso cheesecake,....
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  12. Mas que decadência é esta logo pela manhã? Isto é tortura avelã... Comia já uma fatia. Olha, não é para desanimar mas cá em casa gostamos imenso de pão com manteiga e fiambre. Ou manteiga e queijo. Ou manteiga e paio... Acho que já deu para perceber :-) Tenho mesmo que fazer este cheesecake num dia destes. Beijinhos. Boa semana.

    ResponderEliminar
  13. Eu gosto de pão com fiambre e manteiga e sim agora vou-me sempre lembrar de ti e da tua descrição e invariavelmente vou lembrar-me de cebolas!!!!

    Quanto a esta sobremesa...fiquei sem palavras, é soberba!

    Beijinhos Ana
    http://acasinhadasbolachas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Linda Avelã,
    O nosso palato vai evoluindo e modificando e o que descreves e essas coisas que agora não consegues tocar, quem sabe daqui por uns anos, não voltarás a gostar delas...? Já me aconteceu várias vezes e só ainda não mudei de opinião em relação ao atum enlatado e ao feijão frade...
    O atum, estou a tentar resolver o conflito, mas o feijão frade, esse não me convence mesmo, lol.
    Quanto ao teu cheesecake, nem sei que te diga, pois está absolutamente perfeito, perfeito e com essa calda de mirtilos em cima...
    Está de morrer!!
    Um beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
  15. Ui, a minha irmã é que devia adorar isto =)

    Realmente que aspecto =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  16. Eu gosto de queijo creme com ervas!
    Eu fui evoluindo em muita coisa que não gostava e agora gosto bastante!
    O teu cheesecake ficou perfeito!
    Lindíssimo e com uma camada perfeita em cima!
    Acho que deixaste todos a salivar por essa fatia.
    Um beijinho querida

    ResponderEliminar
  17. Para mim pão sempre foi com queijo. Já em pequena via as minhas colegas com sandes elaboradas com geleias, marmelada, o famoso tulicreme e sabe-se lá mais o quê. Não, para mim isso comia-se era nas bolachas de agua e sal e nas tostas. Pão ou era com queijo (e obrigatoriamente em fatias fininhas!) ou era sem nada. Por isso entendo um pouco do drama do pão. eheheheheh
    Em relação ao cheesecake nunca experimentei fazer mas este tem um ótimo aspeto. Adoro cheesecake mas normalmente já o compro feito ou peço à minha mãe para o fazer. É uma aposta mais segura.
    Gostei muito de conhecer o blog e já estou a seguir.

    Beijinho.
    Lilium
    O Meu Dolce Far Niente
    Facebook

    ResponderEliminar
  18. Quando os meus olhinhos bateram neste cheesecake pensei que fosse uma provocação do demo ehehehe
    Oh pah está tão lindo e tão apetitoso que só me dá vontade de comer o ecrã do pc! Às tantas é melhor não.... :D
    Beijinhos
    Cláudia Ralha
    http://www.oprazerdacozinha.com

    ResponderEliminar
  19. Amo cheesecake e a aparência do seu ficou Divina.
    Acredito realmente que com mirtilos deve ser a melhor combinação. Essas frutinhas são deliciosas.
    Estou babando com suas fotos.
    Abraços e feliz dia.

    ResponderEliminar
  20. Realmente os nossos gostos evoluem, outros mantêm-se (ainda bem). Mas o teu cheesecake é simplesmente um pecado, gula mesmo no verdadeiro sentido da palavra e com a fome que estou agora, ainda bem que não o tenho à mão, senão estava tramada porque ele deve ser tão bom :P
    Beijinhos...
    Blog: Guloso qb

    ResponderEliminar
  21. Eu sou doida por cheesecake, principalmente de frutos silvestres, por causa do contraste do doce e ácido =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. OMG, gosto tanto de mirtilos! Yamiii :)

    ResponderEliminar
  23. Hmm, que bom aspeto!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  24. Este cheesecake tem que ser o mais divinal da história dos cheesecakes!

    ResponderEliminar
  25. Mas que bom aspeto!!! Assim não há dieta que aguente ahahahahah ah
    Vou guardar já esta receita é é para experimentar em breve :D

    ResponderEliminar
  26. Até me dá água na boca, deve ser uma delícia.
    Beijos.
    Ana Silva.

    ResponderEliminar
  27. São mesmo 900 gr de queijo? E queijo creme é o que? É tipo Philadelphia? Obrigada desde já :) Raquel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São mesmo 900g (eu sei, parece um bocado overkill :P)! Philadelphia é queijo creme (costumo usar a versão normal da marca para fazer cheesecakes), mas há queijo creme de outras marcas que também serve para o efeito :)
      De nada, espero que goste do cheesecake (caso o faça) :D

      Eliminar
    2. Obrigada :) De facto 900 gr são muitas gramas! Vou fazer, claro, o aspecto é maravilhoso :) Só tenho de reunir os ingredientes!

      Eliminar
    3. Olá :) venho só dizer que fiz ontem o cheesecake e é, de facto, maravilhoso! Fiz duas alterações: morango em vez de mirtilos e flavour drops de baunilha (da Myprotein) em vez da essência, que não tinha. Penso que a essência de baunilha não é doce, as flavour drops sao, ficou perfeito :) E eu nem aprecio cheesecake, fiz para o meu marido! Obrigada pela receia :) Raquel

      Eliminar
    4. Olá!
      Ainda bem que foi apreciado :D Nunca expereimentei esses drops, mas devem ser ótimos :)
      Obrigada eu pela opinião :D

      Eliminar
  28. Bem... com muito atraso lá cheguei ao teu blog e ao teu perfeito cheese.
    Está belissimo e irrepreensível. Cozedura perfeita e calda divinal.
    Só dá vontade de provar e imagino que tenha desaparecido em menos de nada :)
    Fantástica participação e Bem Vinda ao Sweet!

    Bjinhos
    Susana

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...