domingo, 27 de março de 2016

Lasanha (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose)

Há uns tempos estava na maré de fazer chili e bolonhesa imensas vezes, na maior parte delas até em quantidades massivas para que pudesse congelar as sobras. Ia frequentemente comprar carne de peru ou frango picada ao supermercado local (porque certos supermercados maiores não picam carne de aves) e ficava meia hora à espera, durante a qual a máquina um pouco rudimentar moía lentamente os quilos de carne que eu pedia - tanto que a pobre coitada veio a avariar um dia a meio do processo (ups).
Eventualmente fartei-me de passar tanto tempo a revirar carne numa panela enorme, pelo que parei de fazer doses tão exageradas e comecei a fazer comida mais simples. Entraram em jogo a batata-doce grelhada, o arroz basmati, os hambúrgueres de vaca e os bifes de frango - e pude dar algum descanso à nova máquina do meu supermercado local. 
Pensava eu que tinha atingido uma espécie de equilíbrio com as receitas que fazia quando, a cozinhar crepiocas, associei a textura à de cannelloni, do que resultou uma experiência bem sucedida. E a estabilidade no mundo das receitas básicas pareceu estremecer.
Não podia ignorar o óbvio passo seguinte. Assim sendo, esta semana tive de fazer, também com crepiocas, a ainda-mais-famosa prima de cannelloni: lasanha.
E qual é o recheio quer de um quer do outro? Carne picada. We meet again.
Lá vim eu então do supermercado, com dois quilos de carne para fazer lasanha, empadão e massa (os últimos dois não merecem história, lamento. Poderão vê-los na página de facebook nos próximos dias). 
Prepara-te, nova máquina de picar carne. Parece-me que isto não vai ficar por aqui.





Lasanha (Saudável, Sem Glúten, Sem Lactose)
Para 12 doses (2 tabuleiros do tamanho do da figura)

Ingredientes:

Para os crepes (que servirão de placas de lasanha):
[  5 ovos
[  3 claras de ovo
[  10 colheres de sopa de polvilho doce (cerca de 100g)
[  5 colheres de sopa de água
[  2 colheres de sopa de iogurte (ou quark, ou iogurte de soja/sem lactose para a versão sem lactose)

Para o molho:
[  10 dentes de alho
[  3 colher de sopa de azeite
[  500g de couve-flor cozida
[  250ml de leite (pode ser magro ou vegetal, mas não adoçado; usar sem lactose para a versão sem lactose)
[  100g de queijo (pode ser queijo de barrar ou ralado, sem lactose para uma versão sem lactose)
[  3 colher de sopa de sumo de limão (opcional)
[  Sal (a gosto)
[  Pimenta branca (a gosto)
[  Orégãos (a gosto)

Para o recheio de carne:
[  Azeite
[  1kg de peito de frango (ou peru) picado
[  Sal (a gosto)
[  Orégãos (a gosto)
[  Pimentão doce (a gosto)
[  Paprika (a gosto)
[  1 cebola
[  3 dentes de alho
[  200ml de molho de tomate

Para a 'montagem':
[  Queijo ralado (a gosto, opcional; omitir para a versão sem lactose)

Preparação:

Para os crepes:
| Bater todos os ingredientes (ovos, claras, polvilho doce, água e iogurte) com a varinha mágica (ou numa liquidificadora/à mão).
| Aquecer uma frigideira pequena no fogão e fazer crepes não muito finos. Deverão ser por volta de 15 no total.

Para o molho:
| Picar os dentes de alho.
| Dourar o alho no azeite, numa frigideira pequena a lume baixo.
| Triturar até que fique cremosa (com varinha mágica/processador/liquidificadora) a couve-flor cozida com o refogado de alho, leite, queijo, sumo de limão, sal, pimenta e orégãos. 

Para o recheio de carne:
| Numa frigideira antiaderente ou wok em lume baixo, colocar um pouco de azeite e cozinhar o frango picado. Temperar com sal, orégãos, pimentão doce e paprika e escorrer qualquer líquido. Reservar.
| Na mesma frigideira/wok (sem o frango), colocar um fio de azeite juntamente com a cebola e 3 dentes de alho previamente picados.
| Assim que a cebola estiver translúcida, adicionar a carne anteriormente cozinhada (podem cozinhar a carne só neste passo, mas eu prefiro assim) e o molho de tomate, misturando.

Montagem:
| Dispôr no fundo de uma forma redonda (com um diâmetro próximo ao dos crepes) algum molho de couve-flor. Colocar depois um crepe, mais molho e posteriormente carne, repetindo a sequência (crepe-molho-carne) até a forma estar cheia e terminando com crepe, molho e queijo ralado (se desejado). Como a minha frigideira era pequena, usei duas formas (ao invés de uma) com menor diâmetro, mas podem usar uma frigideira maior e colocar a lasanha num só tabuleiro. 
| Levar ao forno pré-aquecido a 200ºC durante 15 minutos ou até que o queijo esteja tostado.



A lasanha ficou muito fidedigna (por comparação à versão 'original' ou mais comum): achei-a mesmo autêntica e deliciosa.  Além de ser óptima para fazer em dose extra e guardar no frigorífico para posteriores visitas ao microondas, potenciando uma série de almoços (quase) instantâneos excelentes. 
Apesar de a lista de ingredientes poder parecer ter uma extensão pouco atrativa, por favor tenham em consideração que 1) vocês querem isto nas vossas vidas, confiem em mim e 2) grande parte é especiarias e tal, na verdade é muito simples. Consiste basicamente em carne de peru picada com tomate alternada com 'camadas de massa' (sem glúten; são basicamente crepes, dando bem menos trabalho do que as típicas com farinha), com um molho 'béchamel' (sem lactose, à base de couve-flor - e dou a minha palavra, pessoal mais céptico, em como é fabuloso) e queijo - porque, desculpem lá, esta parte era indispensável, podem omitir se quiserem (at your own risk :P). 
Tl;dr - façam ;)
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 dose)
Energia: 233kcal
Proteínas: 24.8g
Hidratos de Carbono: 12.7g
-       Dos quais açúcares: 1.9g
Lípidos: 9.5g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 2.8g
Fibra:  1.9g
Sódio: 377mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a cerca de 230g, 1 dose ou 1/12 da receita). Os valores estão sujeitos a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverão estar próximos do valor real. 
______________________________________________________________________

34 comentários:

  1. Essa lasanha está fantástica, e sim, com queijo se faz favor! :)
    Eu antes ficava muito aborrecida por não conseguir que me picassem a carne de aves, mas desde que soube o porquê de não o fazerem fiquei satisfeita! :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. O molho eu já fiz semelhante e posso garantir que é bom! Quanto à lasanha fez tlintar as minhas papilas gustativas! Já fiz aquela que publiquei no blog com beringela mas essa parece-se mesmo com a original! Não me escapa! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Hmmmmm, fiquei muito curiosa p/experimentar essa delícia!
    Bjsss amiga e uma semana abençoada p/vcs

    ResponderEliminar
  4. Deste-me vontade de fazer uma lasanha (vegetariana, no meu caso). É um prato que adoro mas não faço há imenso tempo.

    ResponderEliminar
  5. Tenho de experimentar, tem um aspeto delicioso!

    ResponderEliminar
  6. Adorei esta versão de lasanha! Que ideia fantástica!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Adorei a receita!
    É para experimentar. Quanto ao polvilho doce tenho algumas dúvidas, comprei há uns tempos no mini preço mas não sei se é doce ou salgado ainda não experimentei.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é propriamente doce nem salgado, serve mais ou menos como farinha e é neutro como ela :)

      Eliminar
    2. Estive a experimentar ontem fazer uma base de pizza mas não ficou mesmo nada boa, ficou muito salgado (não coloquei sal) e ficou numa espécie de pastelão, é normal?

      Eliminar
    3. De que marca era o polvilho doce? Não tinha sal adicionado? É mesmo estranho, eu até faço crepes para comer com recheios doces e não sinto que sejam salgados. Quanto a ficar como pastelão, isso depende da quantidade de massa que se põe na frigideira. Costumo fazer as bases um pouco mais grossas do que crepes. Depois de ir ao forno é que ficam crocantes... Não sei o que terá acontecido, acho que és a primeira pessoa que faz a receita e não gosta :/

      Eliminar
  8. Tenho mesmo que experimentar! A receita parece-me mesmo muito bem.

    Beijinhos
    food&emotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Estás tão linda e apetitosa!!! Parabéns! Adorei esta versão :)
    Beijinho e boa semana.

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. adoro lasanhas, e esta parece maravilhosa!
    http://avidadenessy.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Uma sugestão deliciosa Avelã!! :)
    Que bom aspecto!!
    beijinhos

    http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. This is absolutely a great read dear! I like this a lot.


    ** Join Love, Beauty Bloggers on facebook. A place for beauty and fashion bloggers from all over the world to promote their latest posts!


    BEAUTYEDITER.COM
    Subscribe to my YouTube Channel

    ResponderEliminar
  13. 10 dentes de alho? O rapariga nao há vampiro que aguente! Mas é uma excelente ideia para quem não pode ou quer comer lactose ou glúten. Já me fartei de rir com a história da máquina avariada :)

    ResponderEliminar
  14. Uma lasanha bem mais leve e que deve ficar muito saborosa.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  15. Gostei muito.
    Curiosamente, na minha cozinha, neste momento, prepara-se chili.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  16. Hello Avelã!
    Estou de boca aberta com essa lasanha!
    Receita nota 10, parabéns!

    Beijos, ótima semana! ♥

    ResponderEliminar
  17. Tem muito bom aspecto e é uma ideia muito boa.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Uma lasanha diferente mas com um aspecto bem saboroso :)
    Beijinhos ...
    Guloso qb

    ResponderEliminar
  19. Olha que até tem um bom aspeto, e eu nunca fui grande fã deste piteu. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. Eu também avariei a máquina de picar aves do supermercado :P Mas no meu caso foi uma cena mais suspeita: inicialmente o Continente onde eu picava o peru e o frango fazia isso, um dia pedi e a senhora ao meu lado decidiu pedir também e o moço lá disse 'Ah é que a máquina... Haaaaammmm... Avariou-se!'. Muito suspeito portanto :P Entretanto comecei a pedir vaca e porco picados, até porque é óptimo para ir variando e agora estamos numa fase mais de diversificação para ver se o bebé se habitua aos sabores (até borrego comi ontem!) :P

    Por falar em bebé, nunca fui muito fã de lasanha... Até engravidar :P Agora o meu irmão faz uma lasanha divinal e eu lambo-me toda com aquilo :P Tenho que experimentar esta versão, há imenso tempo que não faço crepes (desde que descobri 'A panqueca' aquilo revolucionou as minhas manhãs e os crepes ficaram meios esquecidos).

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  21. Bom dia, Avelã!
    Parece uma massa muito leve e fã de massas como sou, não recusaria, trocando apenas o recheio para vegetariano.
    Abraços esmagadores lindo dia.

    ResponderEliminar
  22. Que maravilha esta lasanha :)
    Adorei, os crepes, o molho! O queijo, claro :D
    Vou guardar a receita!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  23. Um quadrado de lasanha geometricamente cortado :-) Lindo! Estou boquiaberta com tamanha façanha, a sério, adoro estas invenções saudáveis... Assusto-me com a lista e a execução, é verdade, mas se dizes que é fácil, vamos confiar. De aspecto está aprovadíssima. Beijinhos e boa semana***

    ResponderEliminar
  24. A tua lasanha esta tao bonita e perfeita, com aspeto guloso, que boa que deve estar Beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Olá amiga!!!! Voltei!! Estava morrendo de saudades, mas estou cada dia mais se tempo de visitar as amigas!!!! ADOREI a sua receita!!! Sua Lasanha ficou perfeita, principalmente para o meu filhote que tem intolerância a lactose!!!! Bom restinho de semana!!! Bjks

    ResponderEliminar
  26. Que lasanha tão original!! Neste blog estamos sempre a aprender, são só inovações! Essas " placas" de lasanha parecem-me muito bem!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  27. Que aspeto tão maravilhoso!

    Ana,
    http://asnossasreceitinhas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  28. Esta é uma das receitas que vou, sem dúvida, replicar! Que bom aspecto!

    ResponderEliminar
  29. Adorei a ideia das placas de crepiocas. Nunca tinha pensado nisso. Desde há uns tempos para cá que faço o béchamel de couve flor. Adoro. Na lasanha, nas massas,fica sempre bem.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  30. Uau! Quem me dera que as minhas saíssem tão bonitas =D

    Excelente aspecto.

    Beijocas

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...