segunda-feira, 6 de julho de 2015

Mini Cheesecakes com Quark (Saudável, Sem Lactose, Sem Glúten)


Provei cheesecake pela primeira vez há relativamente pouco tempo, e a data em que o fiz é indeterminada por haver fontes contraditórias.
Se me perguntarem a mim, direi que provei cheesecake pela primeira vez quando fiz um grande com cobertura de mirtilo, que foi ao forno e teve bastante sucesso. Ainda assim, e mesmo que ver cheesecakes nos desafios idiotas do 'the biggest loser' não conte como prová-los, até podia admitir que antes disso, já há uns anos, tinha experimentado um cheesecake saudável cuja receita retirei de um blog.  No entanto, este cheesecake era mais uma bolacha maria coberta com queijo da vaca que ri e doce, o que pode ou não deitar por terra esta segunda teoria.
Há ainda uma terceira teoria que tenta responder à muito importante questão sobre qual foi o cheesecake que experimentei em primeiro lugar. A fonte desta trabalha numa pastelaria e diz que, antes ainda de fazer o tal cheesecake saudável, a Avelã encomendou um cheesecake para um aniversário.
Pode parecer muito credível, mas peço-vos que não acreditem nesses rumores - a verdade é que fui ludibriada. Queria comprar um cheesecake para uma festa de alguém que era fã do bolo, pelo que me dirigi à tal pastelaria e perguntei se faziam. Disseram que sim e mostraram-me uma espécie de tartelete. Como é óbvio, eu fiz a muito perspicaz observação - o cheesecake não tem lados. Uma tarte tem lados. Um cheesecake não. Depois de ficar descansada com as consistentes explicações sobre como em maior era diferente, fui-me embora.
Num dia muito bonito de sol fui buscar o cheesecake que tinha encomendado e a senhora da pastelaria abre a caixa para mostrar o bolo.
Uma tarte.
(Mais especificamente, uma tartelete gigante.)
Eu, que julgava que tinha sido bastante clara quanto à falta de lados do bolo que queria, comecei a lutar com a rapariga insisti que aquilo não era um cheesecake. Claro que trouxe o bolo na mesma, mas essa experiência é apenas relativa a uma tarte, como podem depreender. 
Assim, continuo a insistir que o primeiro cheesecake que experimentei foi um grande, com cobertura de mirtilo. Talvez por ter gostado da experiência, fiz estes - mais saudáveis, mais pequenos, com cobertura de mirtilo. E sem lados.





Mini Cheesecakes com Quark (Saudável, Sem Lactose, Sem Glúten)
Adaptado daqui
Para 15 cheesecakes individuais

Ingredientes:

Para a base
[  100g de farinha de aveia (podem triturar flocos com um processador ou até varinha mágica)
[  25g de ghee (ou outra gordura, como óleo de coco)
[  5g de mel

Para a segunda camada
[  8 folhas de gelatina 
[  100ml de água quente
[  500g de quark ou iogurte (pode ser de soja, para uma versão sem lactose, mas nesse caso aconselho a que se reduza a água quente para 50ml)
[  20g de mel (uma colher de sopa bem cheia)
[ 1/2 colher de chá de extrato de baunilha

Para a cobertura
[  180g de doce, o mais natural possível (usei St. Dalfour)

Preparação:

Para a base
| Misturar a farinha de aveia com a ghee derretida e o mel. Colocar em formas pequenas (podem ser formas de muffins, cortadores de bolachas,...), pressionando bem para ficar uma camada homogénea e coesa. 

Para a segunda camada
| Hidratar as folhas de gelatina num recipiente com água abundante (devem permanecer na água durante cerca de 10 minutos).
| Num recipiente, bater o quark com o mel e o extrato de baunilha. 
| Espremer as folhas de gelatina e dissolver nos 100ml de água quente. 
| Juntar à mistura do quark e misturar bem.
| Colocar esta camada por cima da anterior e levar ao frigorífico durante pelo menos 2 horas.

Para a cobertura
| Quando sólidos, cobrir os cheesecakes com o doce.




O resultado foi muito bom - para além de achar que ficam girinhos assim em versão mini, gostei imenso. A receita é muito simples, o que ajuda sempre. Fiz a base um bocado à sorte, e por acaso (ainda que pareça que não) ficou mesmo boa. Eu acho que o ghee cheira a cheesecake, o que é bastante conveniente neste caso (e em qualquer outro, o cheiro é demais), e apesar de levar uma quantidade mínima de mel fica doce quanto baste. A parte do quark fica com uma consistência próxima da gelatina, como seria de esperar, já que solidifica à base de gelatina e não coze. Mesmo assim fica uma textura boa, cremosa e refrescante, e eu não costumo gostar de gelatina. O contraste com o doce de mirtilo é muito bom! E aguentam-se bem direitinhos. Normalmente eu tenho problemas em manter fatias de cheesecake intactas, sem que a base se desfaça ou mergulhe na minha roupa, e fiquei surpreendida quando um cheesecake saiu da forma disparado e aterrou ileso - base inteira e tudo! Dá para comer à mão, o que é dizer alguma coisa (a não ser que seja só eu a ter o problema da bolacha quebradiça).  
_________________________________________________________________________
Informação Nutricional (por 1 cheesecake)
Energia: 94kcal
Proteínas: 4.9g
Hidratos de Carbono: 12.5g
-       Dos quais açúcares: 8.6g
Lípidos: 1.7g 
-          Dos quais hidrogenados: 0.0g
-     Dos quais saturados: 0.9g
Fibra: 0.7g
Sódio: 117mg

     A informação nutricional engloba uma porção (neste caso, corresponde a 60g, 1 dose, 1 cheesecake ou 1/15 da receita). Está sujeita a erro humano e a alguma imprecisão, mas deverá apresentar valores próximos do valor real. Para uma versão sem lactose, o iogurte utilizado deverá ser de soja. Para uma versão sem glúten, a aveia utilizada deve ser certificada sem glúten.
_________________________________________________________________________

26 comentários:

  1. Tenho de experimentar! Parece-me óptimo.

    beijinhos
    food&emotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro cheesecake, é a minha sobremesa favorita! Gosto deles de qualquer sabor, seja de forno ou sem forno! A primeira vez que provei cheesecake foi quando usei as ditas folhas de gelatina pela primeira vez! Foi tudo na onda da primeira vez, primeiras folhas de gelatina, primeiro cheesecake - resultado 5 estrelas! Quando fui aos Estados Unidos há precisamente 10 anos, provei cheesecake de forno! Primeiro estranhei, depois entranhei! Entranhei de tal maneira que o cheesecake de forno é o meu preferido de todos! Este fim de semana para a festa dos meus filhos fiz um cheesecake no forno! E que bem que nos soube! Não foi o original, porque esse demora 3 horas no forno, mas fiz uma versão mais light e rápida, em 30 minutos estava pronto! Esse teu também não está nada mal! Gosto do facto de ser menos calórico!

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro mas confesso que nunca fiz penso sempre que é complicado.
    Teem um aspecto delicioso!

    ResponderEliminar
  4. A minha irmã que não veja isto se não vem já pedir =P

    Eu não gosto mas tem bom aspecto =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Ai mas porque é que isto tem tão bom aspecto?! Uma pessoa não resiste mesmo. Deve ser maravilhoso! Adoro cheesecake, e assim, melhor ainda =)

    ResponderEliminar
  6. O cheesecake original dos EUA têm lados, oh avelã :p
    Não cobre a lateral toda mas cobre 50% com o mesmo tipo da base ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Já vi alguns assim (pouquinhos, tipo 10% das receitas) mas não sabia que o «original» era assim! De qualquer maneira, acredita, aquilo NÃO era cheesecake :P

      Eliminar
  7. Olá avelã,

    Sabes não gosto nada quando nas padarias/pastelarias nos fazem passar por 'lorpas' conheces este termo? É como se nos tivessem a passar um atestado de idiotas, fico possessa especialmente quando pergunto com letras grandes se determinado bolo é fresco, de hoje e não de ontem... Garantem-me que sim e à 1ª trinca descubro logo que não! Já me chateei e é coisinha que me tira do sério... Isso e darem-me pão da manhã quando vou ao fim da tarde e tem uma fornada saída à 5 minutos (também me aconteceu) e claro, passo-me! Já deixei de frequentar 1 padaria e disse à gerente o porquê!
    Mas isto são desabafos... Aproveitei a onda da tua escrita :-)
    Ora, eu também acho que os cheesecakes não tem lados, que é assim igual à tua miniatura, acho que ela estava mesmo a tentar enganar-te, mas isto sou eu e a minha desconfiança :-)
    Acho-os giríssimos, talvez por ser em miniatura, são mesmo fofinhos e apetecíveis e acho fáceis e rápidos de se fazerem, o que para mim é muito importante (tu sabes) :-)
    Como cortador tenho cá em casa um utensílio que é para fazer hambúrgueres, mas acho que dá para eu adaptar, tive agora esta ideia luminosa, a experimentar avelã :-)

    Beijinhos e continuação de boa semana***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :)
      Eu também não gosto nada :P mas claro que não vão dizer que é de há uma semana... A minha tia já comprou uma baguete que lhe asseguraram estar boa e tinha bolor. Com o peixe é costume acontecer isso também. No outro dia vi uma mulher que quase batia à senhora do atendimento porque via logo que «não era do dia» quando a da peixaria lhe disse que era. Às vezes é engraçado :P uma altura a minha avó tinha imenso prazer em ir buscar pão de manhã, ferver leite no fogão e observar a família toda à mesa a devorar pão quente com manteiga. O pão vinha sempre a escaldar, e de repente começou a ficar duro que nem uma pedra logo que arrefecia... A minha avó deu um sermão enorme à senhora (que até era amiga dela, a traidora avarenta :P) ;) e com OUTRA senhora vendedora de pão também era assim, sempre que vinha mais duro (como tinha confiança com ela) resmungava imenso, e ela só dizia que o padeiro era um bêbedo e era para o que lhe dava. Também havia um café a que eu costumava ir com a minha mãe em que, ao tomarmos café, traziam uma malga com bocados de bolos (isto dito assim soa tão chique :P hahaha). Só nos apercebíamos da razão de tanta generosidade quando trincávamos aquele calhau ;)
      Fazes bem em dar ultimatos e tal, que é para manterem a qualidade ;) é mesmo irritante trazer pão rançoso para casa!
      Ainda bem que alguém partilha da minha paranóia :D
      Obrigada :D sim, são mesmo fáceis e rápidos!
      Com um molde de hambúrgueres? Que giro! Fiquei curiosa ;)

      Eliminar
  8. Parece-me muito bem ..uma alternativa aos famosos raw cheesecakes feitos com cajus 8que já deves ter visto no Edu`s Pantry).
    Assim que tiver um tempo, vou-me debruçar mais nesta tua sugestão e experimentar.

    Joana - Edu`s Pantry

    ResponderEliminar
  9. Avelã. Eu ADOROOO cheesecake. É para aí dos meus doces preferidos.
    Como é que andaste aí no vai não vai de ter provado?
    Estes ficaram super perfeitinhos e lindinhos. :D
    Muitos Parabéns.
    P.S. Comprei quark esta semana pela primeira vez e comi com whey de baunilha e framboesa...até que gostei! :)
    Beijinhos. Manda vir um cheesecake desses para mim.

    ResponderEliminar
  10. A apresentação da tua sugestão faz-me pensar que ainda não arrisquei em algo tao simples e seguramente tao bom. Beijos

    ResponderEliminar
  11. Olá Avelã!
    Não faço qualquer ideia de quando provei, ou fiz, o dito cheesecacke, mas adoro. Como ultimamente fiquei proibida de comer frutos vermelhos, pode ser com qualquer cor que eu como. E essa miniatura é uma enorme tentação, ficaram lindos.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Gosto imenso de cheesecake e adorei esta versão mini. Também gostei da base sem ser com bolacha. Ficaram muito giros.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  13. Só de olhar p/essas fotos, hummmm, fiquei com a boca cheia d'água kkkk
    Eu adoro cheesecakes e essa cobertura ficou maravilhosa.
    Bjssss querida

    ResponderEliminar
  14. Ficou lindo e super saudável!!! Vou testar a sua receita com certeza, suas fotos ficaram lindas!!!! Adorei!!! Bjks

    ResponderEliminar
  15. Querida Avelã, sou como você, gosto de receitas caseiras, pois os de compra nunca são e nunca fazem como queremos. Adoro cheese cakes, é uma das minhas sobremesas preferidas, por seu frescor e delicadeza. A sua ficou linda, gostei muito da base com quark e iogurte, nunca fiz. E essa cobertura ficou fantástica. Linda sobremesa. Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Eu AMO cheesecake e sem dúvida tenho de testar esta versão mais fit! :D Beijinho*

    ResponderEliminar
  17. Gostei, muito suave, fica bem com qualquer doce que tenha vontade de experimentar, ou seja, é um clássico, melhor, é o fato Chanel das sobremesas, o que para mim é indiferente essa categoria sobremesa, se me apetecer como uma fatia ao pequeno almoço e pronto. Enfim...Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  18. Não sou a maior apreciadora de cheesecake, aliás até hoje ainda não comi nenhum que me fizesse dizer que gostava de cheesecake.
    O ano passado, por volta desta altura, experimentei a fazer uma de oreo porque tinha uns amigos para almoçar e falaram-me que cheesecake era bom e tal, e de oreo devia ser altamente, bla bla bla. Eu já tinha provado umas quantas vezes e disse que não apreciava muito, mas já que me estavam praticamente a obrigar eu fazia. É assim, não estava mau de todo (não sobrou nada, por isso acho que não estava assim tão mau), mas eu não consegui achar piada nenhuma aquilo :P
    Por acaso também acho que o cheesecake não tem lados (os que provei e o que fiz não tinham), mas eu gosto muito quando nas pastelarias e nas padarias dizem á descarada que é uma coisa e não é nada assim. É como os bolos do dia. "os bolos são de hoje? São sim, muito fresquinhos!" Dá-se uma trinquinha vê-se logo que já têm uma semana :P (não é geral, mas acontece muito :D).
    Cheesecake, se um dia destes estiver inspirada dou-lhe mais uma oportunidade :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hm, então tenho de te dar a minha receita de cheesecake delicioso :P da primeira vez (e segunda, e terceira, e quarta) que comi foi feito por mim. Da primeira também não fiquei grande fã, mas o meu pai, a minha avó, o meu irmão e o meu tio disseram que estava extremamente bom. Eu estranhei, porque o meu pai é um bocado nariz torcido, a minha avó não costuma ADORAR muita coisa que não seja tarte de flan ou magnum de amêndoas e o meu irmão não come quase nada de bolos do género, por isso acabei por repetir (de qualquer das maneiras da primeira vez havia disponível pudim da minha tia, o que tolda o julgamento de qualquer um) e gostei muito mais, agora adoro :) «it grows on you», como a manteiga de amendoim, se calhar é uma espécie de gosto adquirido :P
      O de oreo está por todo o lado e soa muito bem, mas eu acho que cheesecakes simples com coberturas de fruta (nomeadamente frutos vermelhos, sobretudo mirtilo, mas limão também soa bem) são melhores. De qualquer das maneiras, desculpa lá, mas o teu cheesecake de oreo devia estar delicioso! :)
      OBRIGADA. O cheesecake não tem lados. Facto. ;)
      Os bolos do dia são hilariantes. Acontece bastantes vezes, até :P são seempre do dia. Podem ter bolor (aconteceu), estar bons para martelo (aconteceu), ficar como pedra meia hora depois de virem quentes da pastelaria (aconteceu) ou ter o creme já seco (como presente de cão num parque) (aconteceu), mas são SEMPRE frescos. Claro que não iam dizer «não senhora, são do carregamento da semana passada», mas irrita :P
      Sim, acho que o cheesecake merece :D os americanos não haviam de fazer tanto barulho por nada ;)

      Eliminar
    2. Tarde flan também faz parte dos meus doces favoritos :P É tão boa :D
      Por acaso também não sou apreciadora de manteiga de amendoim, quer dizer já provei duas vezes, mas é estranho.. Com pão é estranho, com bolo é estranho, nunca sei como hei-de comer ihih mas já tive por duas vezes aqui em casa e não gostei mesmo nada. já ponderei em fazer e experimentar que pode ser que então comece a gostar, mas ainda não ganhei coragem :P
      A falar em tias, a minha tia faz o melhor pudim do mundo ihih ela nem olha a medidas nem nada, mas o raio do pudim sai sempre tão bom!
      Já pensei nisso da cobertura da fruta e habitualmente até vejo mais cheesecakes com cobertura de fruta do que só só com coisas doces (não que a fruta não seja doce, mas tu entendes ;).
      Ficar como pedra e ter o creme seco já me aconteceu, mas bolor não ihih isso é um achado :D Bolos fresquinhos que ainda trazem um bónus, bolor :P
      Quando decidir dar uma nova oportunidade ao cheesecake venho aqui pedir-te a tal receita ;) :P

      Eliminar
    3. Pelo que vejo quem para não é americano a manteiga de amendoim não apaixona logo à primeira prova, mas depois é um murro de delícia apercebida na cara vindo do nada :D não gostei muito à primeira e deixei um pacote inteiro no frigorífico durante meses, agora gosto imeeenso :) Não é estranho:
      - Em torradas, com doce de frutos vermelhos por cima;
      - Em tostas de arroz, com banana por cima;
      - Em pão de sementes torrado, com banana por cima e aquecido;
      - Em gelado de banana;
      - Em banana (sim, banana com manteiga de amendoim é perfeito);
      - À colherada :D
      Esse pudim soa mesmo bem! A minha tia também faz o melhor pudim do mundo (pronto, admitamos o ex aqueo), mas felizmente com medidas (que me deu :D) :P
      Também só vejo cheesecakes com morango à venda, praticamente, e de resto mirtilos ou limão. Claro que depois há as receitas sensacionalistas que percorrem o Facebook por incluírem mil e um ingredientes que são produtos famosos e adorados, mas essas não contam :P

      Eliminar
  19. Já tenho opções para experimentar. À colherada vai ser a última :P Pode ser que um dia ainda venha aqui dizer que a minha nova coisa favorita é manteiga de amendoim :D
    Acho que vou experimentar no gelado de banana, essa opção parece-me a mais sensata :D

    ResponderEliminar
  20. Olá avelã onde posso comprar ghee? Adoro cheesecake com certeza irei fazer muitas vezes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que encontra no Celeiro... O óleo de coco é talvez mais acessível, também há no Jumbo e em lojas online, como a Myprotein :) Mas também pode fazer a ghee em casa!
      Se experimentar espero que goste :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...